Palavras do Alborghetti – Parte 1

Na época da FusãoTV, Alborghetti escreveu alguns textos para o blog. Foram publicados em meados de outubro. Infelizmente, para não prejudicar os processos jurídicos, Alborghetti me pediu para tirá-los do ar. Agora trago a vocês um pouco das palavras dele.

A TV Intervalo sempre foi dos meninos, por sinal fazem o que podem. Nunca comprei câmeras para nenhum programa na internet. Tenho uma que me deram de presente, foi do empresário Augusto Pereira, uma alma limpa e de caráter. Não estou usando, pois estou pagando o horário para apresentar o programa em parceria com o Ricardo Alexandre que não é duro, por sinal ganha muito bem com a sua agência de publicidade. Me deixem em paz. Só quero agradecer o WIll que está cuidando da minha imagem e não vai aceitar idiotices de pessoas que não gostam de mim. Obrigado.

A reprise que foi postada ontem pelo meu irmão Will está fora de cogitações. Não sei o que aconteceu. Não consegui assistir. A internet lamentavelmente é assim. Não posso culpar os meninos, pois estão fazendo o que podem. Um dia quem sabe vai melhorar. Até que aconteça estou aguardando o programa em TV aberta aos sábados que está sendo negociado por um grupo de amigos, no sistema de parceria com cotas de publicidade. A tarde internet e aos sábados um programa a noite no satélite de 1 hora. Não posso prever, mas quem sabe, mais um ano e a politica do Paraná vai mudar, e aí as coisas começam a melhorar. Vou fazer uma micro cirurgia nos olhos, entro na sexta de manhã e saio no máximo em 2 horas. Volto de óculos escuros para continuar o programa na internet. Os anos que fiquei na televisão – CNT e Record do Paraná me causaram o problema dos olhos. Nada que a Unimed não possa resolver. Outro detalhe caro Will, na vida tudo passa, estou passando como dezenas de apresentadores. Não sou o melhor e nem o pior, mas continuo a minha caminhada. Entre 100 acredito eu que existam pelo menos 55 que ainda gostam do meu estilo. Só peço que não falem o que não sabem, venham me conhecer, saber o que estou passando. O Ricardo sabe o que eu estou passando, é uma testemunha viva das perseguições, aliás ele procura de todas as maneiras me ajudar a continuar, estou tentando, se não já tinha parado e ido embora do Paraná. Sem contar a ajuda da mulher que eu amo durante 30 anos. Guerreira e Amiga. A história é longa, mas existe um Cristo dentro de mim, que me aceitou e está derrubando todos. Obrigado pelo desabafo. Até um dia.

Luiz Carlos Alborghetti (Outubro de 2008)

Anúncios

~ por William Marchiori em 14/12/2009.

3 Respostas to “Palavras do Alborghetti – Parte 1”

  1. Gostaria de ter os videos dele..foi um ótimo profissional…

  2. Lamentavel que esse ilustre mestre tenha partido. O importante,agora,sao as coisas boas que nos ensinou,e o carinho que tinha por nós,povo do Pr.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: